Bushcraft PT
http://bushcraft-pt.org/forum/

FoicesAlbicastrenses - 03/2013 a 05/2014 Abrigo Permanente
http://bushcraft-pt.org/forum/viewtopic.php?f=6&t=6857
Página 1 de 3

Autor:  FoicesAlbicastrenses [ quinta nov 27, 2014 11:44 pm ]
Assunto da Mensagem:  FoicesAlbicastrenses - 03/2013 a 05/2014 Abrigo Permanente

Em 2013 continuámos com a nossa rotina de tentar sair para o mato pelo menos uma vez por mês sendo o objetivo aquele que tínhamos traçado no final do ano de 2012, estabelecer um abrigo permanente no melhor local possível.

Para tal, continuámos a voltar a sítios que tínhamos referenciado ao longo das caminhadas que fizéramos ao longo dos Rios Ocreza e Tripeiro, tendo pernoitado nos mesmos locais onde o tínhamos feito anteriormente, deu-nos oportunidade de confirmar, ou não, as primeiras impressões com que tínhamos ficado em relação a cada um deles e aí tomar uma decisão.

Imagem
A azul, toda a área que explorámos ao longo desta zona do Distrito (Rio Ocreza e Ribeira do Tripeiro)

Como as vezes que saímos até encontrar-mos esse local ainda foram algumas, tentaremos resumir a partilha até ao momento em que o abrigo permanente começou a tomar forma e tentaremos então ir mostrando o seu desenvolvimento.

Saída 19/01/2013

Na primeira saída de 2013 resolvemos voltar ao local onde tínhamos ido na saída anterior, pois pareceu-nos ter dado boas indicações quanto a alguns recursos: água, localização e quantidade de madeira para aquecimento.

Houve dois episódios caricatos nesse fim-de-semana:
Um foi termos ido para o mato numa noite em que estava aviso vermelho (vento e chuva), como já o tínhamos feito anteriormente, quando chegámos à cidade tinha sido dos piores temporais dos últimos anos e contudo conseguimos passar uma noite relativamente tranquila. Isto tudo por estarmos num enorme vale com bastante altitude pelas costas;

Outro foi o facto de durante a tarde termos assistido na outra margem do rio uma caçada aos javalis, mal nos apercebemos do perigo a nossa primeira reação foi falar de imediato ao caçador, para ele se aperceber da nossa presença.

Imagem

Tentámos cobrir o abrigo o mais possível devido à previsão de fortes ventos e muita chuva.

Imagem

A cadeira serviu de porta…

Imagem

Imagem

De manhã ficamos bastante espantados com a boa noite que tínhamos passado, contudo quando chegámos à civilização havia um vasto rasto de destruição deixado pela tempestade. Confirmou-se que a exposição aos elementos era excelente naquele sítio, havia bastante água, muita lenha e até era um sítio propício para a caça, contudo faltava-nos um elemento que considerávamos essencial para a construção de um abrigo permanente, a capacidade de recolha de material de construção sem danificar demais a floresta. Então resolvemos não voltar ali.

Imagem

Saída 16/02/2013

Nesta nossa 2ª saída de 2013, voltámos a uma zona de um trajeto que tínhamos feito anteriormente e que se situava mais a sudeste do último camp que tínhamos montádo. Avistámos um eucaliptal que cresceu numa ilha (que quando o rio está mais cheio fica completamente submersa) no caudal do rio Ocreza. Para alcança-la foi preciso molhar o pezinho.

Imagem

No centro da ilha estava um enorme buraco, que pensámos logo em aproveitá-lo. Não sendo totalmente um abrigo natural, era um abrigo que estava parcialmente formado pelas paredes do grande buraco, bastar-nos-ia construir o telhado. Além do grande eucaliptal as margens do rio estavam cheias de velhos salgueiros, ambas árvores que nos forneceriam a madeira ideal para construção do abrigo.

Imagem

Imagem


Numa das paredes naturais e com recurso a enormes lajes que por ali havia construímos uma lareira.

Imagem

Almoço, para recuperar forças.

Imagem

Devido ao facto de o local nos ter inicialmente agradado, decidimos iniciar um tipo de construção que nos permitisse servir logo para o futuro abrigo permanente, a madeira abundava...

Imagem

De noite, a temperatura interior conseguida com a lareira construída no topo esteve boa e a impermeabilidade era total, contudo o fumo foi bastante incomodativo (a lareira teria de levar uma volta). De noite notámos alguma actividade de alguns porcos, o que era um sinal positivo no sentido de ali poder haver alguma caça.

Imagem

Imagem

Quando ao domingo de manhã acordámos, ficámos agradados com a zona para a construção do abrigo permanente, a localização era boa, era de difícil acesso, tinha lanha em boa quantidade e acima de tudo tinha bastante madeira para construção, recurso que achamos bastante importante. Pensámos logo em voltar.

Imagem

Saída 19/03/2013

No mês seguinte voltámos ao local onde tínhamos deixado a última construção com o objetivo de a continuar a desenvolver de forma a se tornar permanente. Mas devido ao que tinha chovido no último mês e de se localizar numa ilha, desta vez, foi-nos impossível atravessar o rio. O enorme caudal e a forte corrente tornavam a travessia demasiado perigosa.
Um pouco desiludidos acampámos por ali de baixo de um pequeno pinhal que já nos era familiar a tentar pensar em novas possibilidades de localização para o tão pretendido abrigo. Apesar disso, quem anda nestas vidas sabe bem que todas as saídas são entusiasmantes.

Tínhamos gostado da ideia da lareira do mês passado e com tantas pedras que por ali havia foi fácil construir logo uma.

Imagem

Imagem

Como não pensávamos ali voltar fizemos um abrigo para conseguirmos passar bem a noite e não perdemos muito tempo com arquiteturas.

O lixo de uns é o tesouro de outros…

Imagem

Imagem

Apesar da chuva foi uma excelente noite num abrigo mais pequeno e uma lareira que se mostrou muito eficiente.


Saída de 06/04/2013

Em mais uma localização na nossa zona de conforto, partimos para mais uma deambulação pela mata para montarmos o camp. A certo ponto demos com um pequeno olival ao lado de um magnífico açude refundidos nas margens do Tripeiro, completamente cercado de vasto mato. Havia eucaliptos, azinhais, alguns salgueiros mas predominantemente pinhal. Para além disso as margens eram acessíveis e recortadas com vastas ervas aromáticas, e a caça dava muitos sinais da sua actividade.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Resolvemos logo iniciar a construção aproveitando as boas soluções que tínhamos testado nas saídas anteriores, uma lareira e um abrigo mais pequeno. Impressionante a quantidade de pinheiros caídos que havia por ali devido às tempestades, além dos eucaliptos e uns poucos salgueiros. Essa quantidade de matéria-prima permitia-nos começar a desenvolver um abrigo consistente.

Imagem

Imagem

Imagem

Algum conforto para a noite

Imagem

Imagem

De manhã, olhámos em volta e ia-se reforçando a ideia que este podia ser o sítio perfeito, pois para além de nos proporcionar todos os elementos já referidos era também de beleza única.

Imagem

Imagem

No ano de 2013 continuámos a regressar todos os meses a este abrigo, com exceção dos meses de verão, durante esse tempo aproveitámos ao máximo para ir desenvolvendo o abrigo e o seu espaço envolvente. Em Maio de 2014 o abrigo permanente estava praticamente finalizado, oferecendo a possibilidade de quando lá voltarmos podermos utilizar muito mais do tempo no aperfeiçoamento de outras técnicas e actividades.
Não temos fotos de todas as saídas, mas ainda assim ficam algumas que retratam a evolução do abrigo:

Saída 26/04/2013

Um dos vários modelos de lareira que tivemos.

Imagem

Imagem

Saída 14/12/2013

O abrigo ia-se tornando cada vez mais confortável.

Imagem

Saída 25/01/2014

Dakota Fire dentro do abrigo para poder ser utilizado para se cozinhar com a respectiva saída de ar do lado de fora junto a uma das paredes.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem


Saída 15/03/2014

Chegada durante a noite. De manhã continuação da cobertura do abrigo.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

A fase inicial do que seria a lareira definitiva.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

25,26,27/04/2014

No fim-de-semana da Liberdade trabalhámos árduo de forma a improvar o nosso abrigo permanente, ele ia tomando forma.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Durante a primeira noite, ao lume, o abrigo transformou-se numa “oficina” de pequenos objectos que nos tornavam mais cómodo o abrigo.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

No dia seguinte de manhã o sol marcava presença, contudo com o decorrer do dia a ameaça de chuva fez-se sentir

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Neste ponto, a temperatura que conseguíamos atingir dentro do abrigo era impressionante, nada como o isolamento natural (que quanto mais camadas mais efectivo) para a concentração de calor.

Imagem

Imagem




Voltámos a sair mais uma vez antes do Verão, no final de Maio de 2014, nessa altura o essencial do nosso abrigo permanente estava feito e as tarpas já não faziam falta (a não ser que caísse um dilúvio).

O nosso próximo objectivo é, depois do Verão e iniciando em Outubro de 2014, começar novamente a explorar outras zonas aqui no nosso distrito de forma a conseguirmos descobrir outro sitio tão rico ou melhor que este. Ao mesmo tempo alternar as saídas para outras paragens com saídas para o permanente, de forma as este estar em constante evolução.

Bem haja e boas saídas!

Foices Albicastrenses
Imagem
foicesalbicastrenses.blogspot.com

Autor:  zhagaia [ sexta nov 28, 2014 1:27 am ]
Assunto da Mensagem:  Re: FoicesAlbicastrenses - 03/2013 a 05/2014 Abrigo Permanen

parabéns pessoal! aproveitem.

Autor:  jpgrilo [ sexta nov 28, 2014 10:27 am ]
Assunto da Mensagem:  Re: FoicesAlbicastrenses - 03/2013 a 05/2014 Abrigo Permanen

Uma coisa é certa, vocês alimentam-se bem :) só se vê é panelas grandes sempre com grandes petiscos

Mais uma vez parabéns e obrigado pela partilha

joao

Autor:  JMLFernandes [ sexta nov 28, 2014 10:48 am ]
Assunto da Mensagem:  Re: FoicesAlbicastrenses - 03/2013 a 05/2014 Abrigo Permanen

Exclente relato... excelente trabalho... e excelente local... parabéns...

Autor:  Farrobeira [ sexta nov 28, 2014 10:54 am ]
Assunto da Mensagem:  Re: FoicesAlbicastrenses - 03/2013 a 05/2014 Abrigo Permanen

Grande partilha. Excelente!

Autor:  !ndigo [ sexta nov 28, 2014 10:57 am ]
Assunto da Mensagem:  Re: FoicesAlbicastrenses - 03/2013 a 05/2014 Abrigo Permanen

Adorei. Coloquei como tópico fixo.

O único reparo que faria era: Substituir, se possível, as amarrações de sisal por nylon (eu sei que não é tão ecológico, mas é muiiito mais durável) É que o nosso campo base do MTJ está a começar a cair pelas costuras ao fim de 2 anitos e pouco, e é uma pena do caraças. E vocês tem aí imenso trabalho.

Autor:  Lupin [ sexta nov 28, 2014 11:25 am ]
Assunto da Mensagem:  Re: FoicesAlbicastrenses - 03/2013 a 05/2014 Abrigo Permanen

nice work :)

Autor:  Teo [ sexta nov 28, 2014 1:12 pm ]
Assunto da Mensagem:  Re: FoicesAlbicastrenses - 03/2013 a 05/2014 Abrigo Permanen

muito bom!! Parabéns! :mrgreen:

Autor:  Jan [ sexta nov 28, 2014 10:13 pm ]
Assunto da Mensagem:  Re: FoicesAlbicastrenses - 03/2013 a 05/2014 Abrigo Permanen

Embora não seja muito apologista das coisas permanentes, (pois não gosto de ir sempre para o mesmo sítio), contudo começo a pensar num local catita para fazer um abrigo, quase só pelo prazer de o construir :)

Boa partilha

Autor:  toonman [ sexta nov 28, 2014 10:19 pm ]
Assunto da Mensagem:  Re: FoicesAlbicastrenses - 03/2013 a 05/2014 Abrigo Permanen

urge uma visita a estes camaradas!

Autor:  SCunha11 [ sábado nov 29, 2014 2:15 am ]
Assunto da Mensagem:  Re: FoicesAlbicastrenses - 03/2013 a 05/2014 Abrigo Permanen

Excelente trabalho! Diria que foi suor e sangue para a construção, mas deve ter sido muito divertido mesmo criá-lo de raiz e vê-lo tomar forma. Parabéns pela iniciativa.

Autor:  ruca [ sábado nov 29, 2014 4:26 am ]
Assunto da Mensagem:  Re: FoicesAlbicastrenses - 03/2013 a 05/2014 Abrigo Permanen

Parabéns! Grande trabalho.
Do pouco que conheci dessa zona gostei muito!

Autor:  Fernandes [ sábado nov 29, 2014 11:12 am ]
Assunto da Mensagem:  Re: FoicesAlbicastrenses - 03/2013 a 05/2014 Abrigo Permanen

Isso é que é trabalhar!
Gosto de construir coisas semi-permanentes, em que usarei mais do que uma vez, mas não demasiadas vezes, para não sobrecarregar o local com presença humana.

Autor:  mike [ sábado nov 29, 2014 12:03 pm ]
Assunto da Mensagem:  Re: FoicesAlbicastrenses - 03/2013 a 05/2014 Abrigo Permanen

Altamente
Grande partilha

toonman Escreveu:
urge uma visita a estes camaradas!


...acho que vale a pena

Autor:  LOST [ segunda dez 01, 2014 1:05 am ]
Assunto da Mensagem:  Re: FoicesAlbicastrenses - 03/2013 a 05/2014 Abrigo Permanen

Muito bom.
Parabéns pelo trabalho e obrigado pela partilha

Página 1 de 3 Os Horários são TMG [ DST ]
Powered by phpBB® Forum Software © phpBB Group
http://www.phpbb.com/