Bushcraft PT

Fórum de Bushcraft e Técnicas de Sobrevivência
Data/Hora: segunda jun 21, 2021 7:53 am

Os Horários são TMG [ DST ]




Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 1 Mensagem ] 
Autor Mensagem
 Assunto da Mensagem: Carneiro e boi com catalizador
MensagemEnviado: sábado jun 25, 2011 1:56 am 
Avatar do Utilizador

Registado: quinta set 03, 2009 11:08 pm
Mensagens: 236
Localização: Gaia
Faca do fórum Nr: 0
Canal/Tom PMR 446: PMR2545
Investigadores recomendam a carne de canguru para combate ao aquecimento na Austrália

Os cientistas australianos disseram à população que comer camelos e cangurus é a alternativa para ajudar a lutar contra o aquecimento climático e preservar a natureza do país. Os investigadores recomendaram que o canguru se torne um alimento de base dos australianos, em substituição às carnes de carneiro e de boi.

As flatulências dos bovinos e ovinos, que contêm metano, constituem uma parte significativa das emissões de gases causadores do efeito de estufa. Já os cangurus têm um aparelho digestivo menos agressivo ao meio ambiente.

“Durante a maior parte da história humana da Austrália – aproximadamente 60 mil anos – o canguru foi a principal carne. Ele pode muito bem voltar a ser”, indicou o professor Ross Garnaut, conselheiro do governo sobre a mudança climática, num relatório apresentado no final do ano passado ao governo australiano.

No caso dos camelos, os cientistas acreditam que cozinhá-los pode ser um caminho interessante para tentar reduzir a população desta espécie de animal, cuja população ultrapassa um milhão no país, e que causa danos consideráveis ao frágil ecossistema do “outback” (deserto) australiano.

“Faça como eu, hoje comi camelo”, declarou o professor Murray McGregor, co-autor de um estudo realizado durante três anos sobre a superpopulação de camelos.

Seja para os camelos ou para os cangurus, os cientistas reconhecem que mudar os hábitos alimentares dos australianos é complicado, mas eles dizem-se convencidos de que a redução do rebanho de bovinos, ovinos e camelos é uma medida indispensável.

No estudo, Ross Garnautt considera que até 2020, os rebanhos de bois e carneiros podem ser reduzidos em sete e 36 milhões, respectivamente, permitindo paralelamente o aumento do número de cangurus, de 34 milhões actuais para 240 milhões.

Ele reconheceu, no entanto, que esta ideia traria problemas de gestão das criações de gados, reticências dos consumidores, e igualmente da evolução dos gostos alimentares da população.

Apesar de alguns australianos se negarem a comer canguru, uma parte da população consome esta carne, principalmente por motivos dietéticos.

“É uma carne pobre em gordura, rica em proteínas e que é muito saudável porque é de um animal criado em liberdade”, indicou Peter Ampt do Instituto dos estudos ambientais da universidade de Nova Gales do Sul.

Argumentos como este vêm-se multiplicando no país para tentar convencer os australianos a colocar carne de camelos nas suas mesas. “É uma carne muito bonita, parece carne de boi. Ela é magra e excelente para a saúde”, disse McGregor.

Diferente do canguru, nativo da Austrália, o camelo chegou ao deserto australiano no fim do século 19, mas a espécie propagou-se na natureza com o desenvolvimento dos transportes rodoviários e ferroviários. Dispondo de grandes áreas e com poucos predadores, a população de camelos dobra a cada nove anos, e está na origem de importantes destruições de plantas, de fontes de água e de animais do deserto.

(Fonte: Folha Online)


Topo
 Perfil  
 
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 1 Mensagem ] 

Os Horários são TMG [ DST ]


Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante


Criar Tópicos: Proibido
Responder Tópicos: Proibido
Editar Mensagens: Proibido
Apagar Mensagens: Proibido

Pesquisar por:
Ir para:  
cron
© Bushcraft PT - Fórum de Bushcraft e Técnicas de Sobrevivência - Desde 2008
Traduzido por phpBB Portugal